Roteiros

Vista a partir do castelo de Montemor-o-Novo

[Roteiro] Visitar o melhor de Montemor-o-Novo

Adoramos viajar pelo Alentejo. Explorar as aldeias e vilas pacatas, as cidades cheias de história, os monumentos megalíticos e os castelos. Percorrer as estradas e ver os campos pontuados por rebanhos de vacas e ovelhas, por sobreiros e oliveiras. Enfim, adoramos os quatro cantos do Alentejo. Hoje queremos falar sobre Montemor-o-Novo e sobre o que visitar e experimentar neste concelho próximo de Évora.

Pico do Arieiro, Madeira

[Roteiro] À descoberta da Madeira, a Pérola do Atlântico

Nem queríamos acreditar quando comprámos voos para a ilha da Madeira. Este era um destino que já fazia parte da nossa bucket list há anos, e sentíamos que era estranho sermos portugueses e ainda não conhecermos um dos arquipélagos de Portugal. Mas já resolvemos essa falha e foi a melhor coisa que fizemos.

Cedo começámos a sonhar com bolo do caco, poncha, ravinas e cascatas, viagens de cesto, praias de areia preta e belas caminhadas pelas levadas.

Neste artigo partilhamos tudo aquilo que descobrimos na Pérola do Atlântico ao longo de 5 dias, em finais de Setembro – desde os locais que visitámos e as experiências que tivemos, até à gastronomia que degustámos. Inspire-se, faça as malas e leve este roteiro consigo para a Madeira.

Piscinas naturais dos Poceirões, na ilha Graciosa, Açores

[Roteiro] Ilha Graciosa, uma surpresa no meio do Atlântico

A Graciosa – a Ilha Branca – é a segunda ilha mais pequena dos Açores, mas foi uma das maiores surpresas que tivemos nos últimos tempos. Não sabíamos bem o que lá existia, por isso também não tínhamos quaisquer expectativas – e sabe tão bem quando somos assim surpreendidos!

Na verdade, visitar a Graciosa não foi uma escolha óbvia. Tínhamos pouco mais de uma semana para dedicar aos Açores, e como o nosso principal objetivo era conhecer bem a ilha Terceira, estivemos a pesquisar como é que podíamos fazer uma escapadinha por alguma das outras ilhas do grupo Central.

Concluímos que a melhor opção, para aproveitar melhor o tempo e ficar mais em conta, era ir passar o fim-de-semana à Graciosa. E ainda bem, porque valeu muito a pena. Venha daí descobrir connosco o que visitar nesta ilha açoriana.

Vaca na Serra do Cume, Terceira

[Roteiro] 6 dias na ilha Terceira: o que ver e visitar

Escolhemos o mês de Setembro para ir conhecer a terceira maior ilha do arquipélago Açores, a Terceira. Dedicámos-lhe uma semana, com seis dias inteiros para a visitar de uma ponta à outra com calma.

Como sabíamos que na Terceira se come muito bem, o nosso roteiro foi em muitos casos construído de acordo com que queríamos provar em zonas específicas da ilha. Por isso, se gosta de passear e comer, escolheu a ilha certa. Neste artigo, partilhamos todas as nossas recomendações sobre o que visitar e levantamos o véu sobre os maravilhosos restaurantes que experimentámos.

Convento de Cristo Tomar

Visitar Tomar: roteiro detalhado do que ver e fazer

Tomar, o “umbigo do mundo”. Foi assim que o escritor Umberto Eco apelidou esta pequena cidade do centro de Portugal. Uma “expressão italiana para lugares cuja beleza e central importância se equiparam à da outrora capital do Império Romano”, explica um artigo do jornal “Observador”.

Esta foi a inspiração perfeita para, quais cavaleiros medievais, partirmos em busca de recantos e segredos guardados em Tomar. Descobrimos alguns. Outros ainda permanecem mistérios. Neste artigo, levantamos o véu e mostramos um pouco daquilo que bela “cidade dos Templários” tem para desvendar. Venha daí!

Porto de Mós

Porto de Mós: porta de entrada para as Serras de Aire e Candeeiros

Serras de Aire e Candeeiros. Nomes estranhos, estes. Traz à ideia montes e vales cheios de correntes de ar e repletos de candeeiros de rua, a iluminar as suas curvas. Candeeiros até pode haver alguns, mas o que não falta por estas paragens é ar livre e oxigénio.

Foi à descoberta de Porto de Mós e destas serras, bem no centro do país, que partimos num ameno mês de setembro. Hoje, partilhamos o roteiro que fizemos, numa região que descobrimos estar recheada de recantos naturais surpreendentes. Um destino perfeito para amantes de natureza, história e tranquilidade. Siga os nossos passos e surpreenda-se também.

Montalegre, no Norte de Portugal

Turismo de Natureza ao longo da EN103 (Norte de Portugal)

O Norte de Portugal é rico a muitos níveis. Aqui encontramos gastronomia deliciosa, monumentos e museus dignos de visita, gentes acolhedoras e ar puro para respirar. E que melhor maneira de aproveitar este ar puro senão aproveitando o que esta região tem para nos oferecer a nível de turismo de natureza?

Neste artigo partilhamos algumas boas sugestões de locais a explorar ao longo da EN103, a Estrada Nacional que liga Bragança a Viana do Castelo. Faça a mala e venha connosco!

Templo Banyon, em Angkor, Camboja

[Roteiro] Angkor: viagem ao coração de um antigo Império

Neste artigo partilhamos um roteiro por Siem Reap e por Angkor criado pela nossa amiga Isabel Nunes, ávida viajante que aproveita todas as oportunidades para conhecer mais um pouco deste incrível mundo em que vivemos.

O destino principal desta viagem, marcada para Novembro, era na verdade a Tailândia. Mas estando tão pertinho do Camboja, não deu para resistir e reservámos também voos de Bangkok para Siem Reap, para uma escapadela de 2 dias e meio.

Queríamos conhecer o maravilhoso e milenar complexo arqueológico de Angkor, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO. E o que encontrámos foi isso mesmo, algo de maravilhoso.

Visitar o Porto: do icónico ao quase desconhecido

Adoramos viajar e conhecer o mundo. Mas o nosso país, Portugal, tem um cantinho mais que especial no nosso coração. A cidade que hoje convidamos a visitar através dos nossos olhos é a cidade onde atualmente vivemos. É uma cidade de gente bairrista e carinhosa, uma cidade cheia de encantos muito próprios. É o nosso Porto! Siga as nossas sugestões e deixe-se encantar.

Vilarinho de Negrões

Comer ao longo da EN103: roteiro gastronómico pelo Norte de Portugal

Se há algo que os portugueses sabem fazer bem, é cozinhar e comer. A nossa gastronomia, fruto do amadurecimento de práticas ancestrais, pontuada por dificuldades em obter ingredientes, e associada à criatividade e ao “desenrascanço” tão nacional, levam a que surjam pratos únicos um pouco por todo o país.

A esta riqueza junta-se a vontade de juntar família e amigos à mesa para partilhar o que de melhor se tem em cada momento. Depois da iniciativa #euficoemPortugal que nos levou até Peniche, o Turismo do Porto e Norte convidou-nos a percorrer as regiões ao longo da Estrada Nacional 103 (EN103). Aceitámos logo o desafio e partimos à aventura. Agora que recordamos os melhores momentos desta viagem, damo-nos conta que uma boa parte deles foram à mesa entre amigos.

Fortaleza de Peniche com banco vermelho em primeiro plano

Visitar Peniche: roteiro detalhado do que ver e fazer

Há já algum tempo que Peniche estava na lista de destinos que queríamos explorar em Portugal. A iniciativa #EuFicoEmPortugal foi a oportunidade perfeita para fazermos esta viagem.

Uma das coisas que tinha de fazer parte do roteiro de viagem era uma visita às Berlengas. Sabíamos também que a Fortaleza de Peniche e o Cabo Carvoeiro eram de visita obrigatória, mas viríamos a descobrir que há muito mais para conhecer nesta bela cidade do Oeste português.

Miranda do Corvo: vila que faz bem ao corpo e à alma

O nosso Portugal tem tantos sítios bons para conhecer, que às vezes o difícil é escolher. Desta vez, depois de muito pesquisar, e considerando que queríamos passar o fim-de-semana num sítio calmo, onde desse para relaxar, começámos por escolher um hotel com spa: o Hotel Parque Serra da Lousã, em Miranda do Corvo. Mal imaginávamos quão rico ia ser este fim-de-semana.

Menerbes

Pelas aldeias encantadas do Luberon

Durante o planeamento da nossa viagem à Provença, decidimos logo que queríamos conhecer algumas das aldeias que se encontram espalhadas pelo Parque Natural do Luberon. Mas quando nos apercebemos da dimensão do parque e da quantidade de aldeias maravilhosas que lá existem, ficámos com sérias dificuldades em decidir a quais ir. Olhando para o mapa e recolhendo o máximo de informação que conseguimos, traçamos então um plano.

[Roteiro] Fomos a Roma… e vimos o Papa!

O Ri ajudou a tornar um sonho meu realidade quando propôs irmos a Itália, mais precisamente para visitar Pompeia. Aproveitámos e visitámos também a costa Amalfitana e a grandiosa capital italiana, Roma. Depois de passarmos uns dias em Nápoles, que nos serviu como base para conhecer a região, rumámos a Roma, de comboio (pela Tren Italia), onde passámos praticamente três dias de alegre exploração quase arqueológica.

[Roteiro] À descoberta de Dublin

Durante a nossa última viagem às ilhas britânicas visitámos três capitais: Londres, Belfast e Dublin. Já partilhámos a nossa seleção de “must see” em Londres. Hoje é vez de falar sobre como descobrimos Dublin em 2 dias, uma cidade que era praticamente um mistério para nós. Aqui conhecemos melhor a história de alguns escritores irlandeses famosos, passámos por muitos e autênticos pubs, aprendemos um pouco mais sobre a história conturbada das ilhas britânicas e muito mais.