7 ideias para viajar sem sair de casa

A COVID-19 trouxe-nos uma nova realidade e o mais provável será que cada um dos nossos leitores que está a ler estas palavras esteja em casa. Por mais acolhedoras que sejam as nossas casas, habituais locais de refúgio para um descanso merecido após aventuras pelo mundo, é difícil prender espíritos viajantes entre quatro paredes. Foi por isso que criámos este artigo com algumas ideias para continuarmos a viajar sem sair de casa, esperando pacientemente que fique tudo bem.

1. Passear pelas páginas de um bom livro

Ler ou reler um bom livro é sempre uma ótima ideia para ocupar o tempo de forma útil. E há milhares de boas histórias de viajantes que admiramos que percorrem o mundo e que depois nos contam todos os pormenores das suas aventuras.

Página de Livro

É também uma oportunidade para a ir à estante buscar aquele livro que já estava à nossa espera há algum tempo. Eu tenho aproveitado para viajar pela Índia com Salman Rushdie, autor de “Os Filhos da Meia-noite”.

Felizmente os livros são algo que facilmente podemos adquirir a partir de casa, usando por exemplo a Wook ou o Book Depository. Para quem não quer gastar dinheiro, o Filipe Morato Gomes está a oferecer o seu livro “Alma de Viajante” em formato digital.

2. Ver um bom filme ou documentário

A nossa quarentena tem servido também para (re)vermos alguns filmes, documentários e séries que há muito estavam na nossa lista do que gostávamos de ver. Hoje em dia, com a oferta de plataformas de streaming, é muito fácil aceder a inúmeros conteúdos de qualidade. Deixo quatro sugestões que vimos recentemente, que adorámos e que nos transportam para outros lugares do mundo: O Lado Selvagem (2007), Chef’s Table (2015-), Free solo (2018) e Parasitas (2019).

3. Cozinhar e percorrer sabores novos

Como sabem nós somos daquele tipo de foodies que gosta de pôr as mãos na massa. A nossa cozinha tem sido uma válvula de escape por estes dias, na qual continuamos a recordar sabores que experimentámos em várias das nossas viagens, e não só. Temos algumas receitas no blog que não necessitam de muitos ingredientes e e que recomendamos que experimente. Alguns exemplos são os huevos rotos com presunto, a bruschetta com tomate, manjericão e presunto ou os cogumelos portobello recheados com alheira.

Gato a olhar para huevos rotos

4. Pedir comida de todo o Mundo

Porque nem todos os dias apetece cozinhar, uma boa opção pode ser pedir comida em take away ou para ser entregue em casa. Esta é também uma boa forma de ajudarmos os restaurantes da nossa cidade ou do nosso bairro. Ainda esta semana pedimos um ramen que estava ótimo. Foi uma boa forma de viajarmos até ao Japão e ao mesmo tempo ajudarmos um restaurante do Porto a manter o seu negócio.

Ramen

5. Recordar as últimas viagens

Quase todos os viajantes guardam consigo, para além de boas memórias, objetos que os ajudam a relembrar os locais visitados. E não são só os famosos ímanes. Já nos cruzámos com pessoas que guardam de tudo: canecas, postais, pedras, frasquinhos de areia, etc..

No nosso caso, são sobretudo as fotografias que nos ajudam a recordar os locais que visitámos e as pessoas que conhecemos. Temos milhares de fotografias das nossas viagens e temos usado algum deste tempo para rever e arrumar algumas delas. A nossa sugestão é que cada um use os seus objetos e fotografias de viagem para recordar muitos dos sítios que já visitou.

Provence Abadia de Senanque

6. Retomar o contacto com amigos que estão longe

Uma das formas como temos tentado usar o nosso tempo é a contactar com os amigos que fomos fazendo ao longo das nossas viagens, e não só. Esta é uma boa desculpa para recuperar o contacto com todos aqueles de quem já não temos notícias há algum tempo. Parece-nos que esta é sem dúvida uma das sugestões mais importantes: recuperarmos as histórias das nossas viagens através dos seus protagonistas.

Marrocos

7. Organizar a próxima viagem

Mesmo quando o momento é menos bom, temos a certeza que haverá um dia em que as trevas se afastam e voltaremos à normalidade. Por aqui continuamos a sonhar com as nossas próximas viagens.

Mesmo sem saber qual vai ser e quando vai ser, não deixo de continuar a ver promoções de voos e a construir roteiros para o futuro. O planeamento é uma boa forma de antecipar aos poucos algumas das viagens que agora nos vemos obrigados a adiar.

Ilha de Gozo

Ideia extra para viajar sem sair de casa

Partilhamos uma dica adicional bem interessante e em crescimento nesta fase de isolamento: visitar através da internet museus e monumentos que disponibilizam visitas e exposições online. Veja o artigo onde partilhamos algumas das nossas visitas favoritas, em Portugal e no resto do Mundo.

Esperamos que goste das nossas dicas e que continue a viajar sem sair de casa. Com a ajuda de todos, conseguiremos ultrapassar este momento.

Se tiver outras sugestões, partilhe-as connosco! Basta deixar um comentário.

Kit do Viajante

Selecionámos um conjunto de serviços que usamos no nosso dia a dia e que poderão ajudar a organizar a sua viagem. Ao adquirir serviços através das ligações abaixo, não terá qualquer custo adicional e estará a ajudar o Explorandar a crescer. O nosso muito obrigado!

  • Adquira os seus voos no SkyScanner. É um dos motores de pesquisa mais completos que conhecemos.
  • Encontre os melhores preços de alojamento no Booking.
  • O seguro de viagem é essencial para qualquer viajante. A Iati Seguros tem opções para vários tipos de viagem e ao reservar através deste link tem 5% de desconto.
  • Sempre que precisamos de alugar carro comparamos preços no Rentalcars.
  • Já poupámos umas centenas de euros em taxas de levantamento com o cartão Revolut.
  • A maior oferta de guias e livros de viagem em Português está na Wook. Para livros em inglês e sem portes recomendamos o Book Depository.

Esta página pode conter links de afiliados.

Previous

Museus e Monumentos para visitar sem sair de casa

Next

Linguado à meunière

4 Comments

  1. Nas primeiras duas semanas, a coisa foi correndo, até com algum entusiasmo, por estarmos a fazer coisas diferentes. Bem, o entusiasmo já passou todo nesta fase. Tentamos fazer um treino quase todos os dias (abençoado Youtube), o preferido do Pedro são as coreografias do Just Dance. E ontem o Pedro deu um concerto de piano online para a família… enfim, os excessos gastronómicos também tem sido regulares 🙁
    Força amigos. Um abraço

    • Exercício físico é ótimo, para manter a mente sã em corpo são. Nós também temos treinado um pouco todos os dias, mais do que antes da quarentena! Mesmo que seja só 20 minutos, é uma boa forma de nos mexermos mais e fazermos coisas em conjunto. Fazer coreografias deve ser bem divertido! Têm de começar a gravar umas para o TikTok, de certeza que iam fazer sucesso 😉 E quanto mais exercício fizermos, mais excessos gastronómicos podemos fazer, não é verdade? Realmente torna-se complicado quando o fim desta situação não parece estar à vista… Mas há de passar. E entretanto o Pedro vai tornar-se um grande pianista, quem sabe a fazer concertos online para todo o Mundo! Um grande beijinho para os dois e coragem, já não falta tudo!

  2. Eu, na minha semana de folga, confesso que me apetece fazer NADA! Mesmo assim é a minha semana de ser certinha nos treinos, cozinhar e pôr as séries em dia. Até já vemos séries islandesas. No início via muitos directos de instagram, mas entretanto enjoei.

    • Algumas rotinas até podem ajudar a sentirmo-nos melhor nestes dias, não é? E aproveitar alguns momentos para não fazer nada também é muito bom (e às vezes tão difícil!). Séries islandesas realmente não é muito comum. Sem dúvida que esta é uma boa oportunidade para descobrir coisas assim, diferentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén