Recentemente fizemos a nossa primeira viagem a terras de Vera Cruz. No Rio de Janeiro e em Natal tivemos oportunidade de reencontrar o calor humano de amigos, ver paisagens maravilhosas, mergulhar num Atlântico de águas mornas e…experimentar muitas coisas boas. Aqui deixamos algumas sugestões para os apaixonados por fruta!

 1- Fruta ao natural

Durante a nossa estadia podíamos ter sobrevivido, e muito felizes, só com fruta. É algo que se encontra em todo o lado: em bancas na rua, em barraquinhas à beira da estrada, em mercados e frutarias, e em casa de todos os brasileiros, com uma variedade impressionante de cores, texturas e sabores.

A fruta que mais comemos foi, sem dúvida, manga. Há muita em todo o lado, muito barata, e é sempre doce e suculenta. Também comemos mamão, goiaba, líchias, maracujá amarelo e banana prata (aprendemos que no Brasil há uma grande variedade de bananas). Houve até um restaurante a que fomos em que ofereciam bananas, que estavam penduradas pelas salas!

No Rio Grande do Norte deliciámo-nos com abacaxi, doce como nunca tínhamos comido. Parámos em barraquinhas montadas ao longo da estrada entre Natal e João Pessoa, onde os vendedores cortavam abacaxi na hora, aos bocadinhos, que comíamos ali, bem fresquinho. Uma verdadeira delícia, debaixo de 30ºC.

Experimentámos também alguns frutos mais estranhos, como acerola, bacuripari e jaca. Um guia disse-nos que a jaca, um fruto grande e amarelo, veio de Portugal, trazida pelo rei D. João VI, que gostava muito desta fruta. Dado que nunca vimos jaca em Portugal, ficámos com sérias dúvidas sobre esta teoria. É bem mais provável que D. João a tenha trazido de outras colónias asiáticas, de onde esta fruta é originária. No interior a jaca tem pequenos gomos, que podem ser moles ou duros. Nós provámos e sabiam…a banana! Muito bom, ficámos clientes.

2- Sucos e iogurtes

Não podíamos falar de fruta sem incluir os deliciosos sucos (os “sumos” brasileiros), que se encontram em botecos e banquinhas por todo o lado. Há imensas opções e podem beber-se com ou sem açúcar. Experimentámos vários, entre os quais destacamos os de manga, caju (que descobrimos ser muito mais que apenas a castanha de caju!), goiaba e tamarindo.

Experimentámos também iogurte de Graviola, que se pode comprar nos supermercados.

IMG_20161203_105313

3- Goiabada e Goiabana

Para além da nossa conhecida goiabada, experimentámos algo parecido mas que, para além de goiaba leva também banana: goiabana. Deliciosamente doce, foi aprovadíssima!

 4- Água de coco

Como não podia deixar de ser, experimentámos a famosa água de coco, tanto em Copacabana como em Natal, uma das vezes na praia de Ponta Negra, com os pés dentro do mar. Eu, mais gulosa, gostei especialmente da água de coco mais doce: com a ajuda dos nossos amigos brasileiros descobrimos que cocos menos maduros são mais doces, enquanto que cocos mais maduros, que já têm a “laminha” branca mais dura, no interior, são menos doces. Também nos ensinaram a comer esta laminha: com um lenho retirado da própria casca do coco!

5- Caldo de cana

Uma das grandes descobertas, que não sabíamos que existia e com a qual fiquei maravilhada, foi o caldo de cana. Basicamente é um caldo extraído da cana do açúcar ali mesmo, à nossa frente, numa máquina manual ou elétrica que esmaga repetidamente as canas. Dali sai um caldo dos deuses, tão docinho! Muitas vezes bebe-se acompanhado de um pastel de carne.

IMG_5871

6- Caipirinha

A caipirinha que nos ficou na memória, que bebemos a meio da nossa viagem de  buggy pelas dunas de Natal, não levou lima, mas sim caju e ciriguela. Uma mistura muito boa!

Por falar em caipirinha, uma curiosidade: no Brasil chamam limão à fruta a que em Portugal chamamos lima. E ao limão “português”, que os brasileiros pouco usam, chamam limão-siciliano (para dizer a verdade, não vimos nenhum por lá…).

7- Açaí

Apesar de estar a virar moda em Portugal, fomos à origem experimentar sorvete de açaí. Basicamente é um gelado roxo, feito a partir deste fruto, a que se acrescenta normalmente fruta e cereais no topo. É uma fruta com muitos benefícios para a saúde: rico em antioxidantes, com alto teor de cálcio e ferro, ajuda a reforçar o sistema imunitário e a prevenir o cancro. Também pode ser usado como bebida energética, sendo mais saudável que o café.

IMG_5541

8- Cocada

A cocada é um doce típico brasileiro à base de raspas de coco, que encontrámos frequentemente à venda junto à praia. Existem muitas variedades: nós experimentámos cocada de macaxeira (o nome dado à mandioca), de coco queimado e de doce de leite. Uma deliciosa (e pegajosa) bomba de açúcar!

9- Bolos

Aproveitando a grande variedade de fruta que há no Brasil, existem também vários bolos que incluem este ingrediente natural. Nós provámos os famosos Quindins, que levam coco, e o Bolo de Rolo de Goiaba, que leva uma pasta semelhante a goiabada.

10- Um bocadinho de Portugal

Descobrimos a fruta portuguesa de que os brasileiros mais gostam, e que também se encontra à venda em muitos sítios: a chamada “pera portuguesa”. É nem mais nem menos a famosa pera Rocha! Muito bom gosto, sem dúvida.

IMG_6447

Sabemos que ainda ficou muita fruta por explorar neste País de terras quentes e férteis. Uma ótima desculpa para voltar ao Brasil!