Para celebrar o Dia de S. Valentim deste ano, decidimos fazer mais uma escapadinha e explorar uma bela cidade do centro do País: Tomar. Uma cidade pequena, muito acolhedora e com muitos cantos para explorar.

É conhecida como a “cidade Templária”: descobrimos que o Convento de Cristo foi o último reduto dos sobreviventes da Ordem dos Templários, que foram perseguidos pelo Rei de França no séc. XIV.

Convento de Cristo, Tomar

Como se pode ler num artigo do “Observador” que partilhámos no nosso Facebook, Umberto Eco, o escritor do livro “O nome da Rosa”, “gostava particularmente da Cidade de Tomar, que visitava sempre que podia, chegando mesmo a apelidá-la de ‘Umbigo do Mundo’ (l’ombelico del mondo), expressão italiana para lugares cuja beleza e central importância se equiparam à da outrora capital do Império Romano”.

Para explorar a cidade num dia, recorremos ao percurso histórico sugerido no site da Câmara Municipal de Tomar (é possível fazer o download aqui).

Participámos numa visita fantástica ao Convento de Cristo, especial Dia do Namorados, espreitámos o Castelo Templário, passámos pela Ponte Velha, pela Roda do Mouchão e pelo histórico Café Paraíso, vimos ermidas, capelas e igrejas e explorámos a sinagoga. Também demos um passeio à noite que nos mostrou uma cidade maravilhosamente romântica.

Para aproveitarmos bem o tempo para passear, levámos umas sandes deliciosas feitas pelo Ricardo. E, claro, não fomos embora sem provar alguns dos doces conventuais que Tomar tem para nos oferecer: “Fatias de Tomar” e “Beija-me Depressa!”, ambos deliciosos.

Ainda houve tempo para deixarmos a nossa marca nas paredes do hostel onde ficámos, o 2300 Thomar, bem no centro histórico de Tomar!

Pesquise aqui alojamento em Tomar

Hostel, Tomar

Ao adquirir serviços através das ligações abaixo, não terá qualquer custo adicional e estará a ajudar o explorandar a crescer: Alojamento Booking | Alojamento Airbnb. Obrigado!